quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Qual o papel do detergente e a sua função?

Os detergentes são compostos por moléculas orgânicas de alto peso molecular, geralmente sais de ácidos graxos. Cada uma de suas extremidades apresenta carácter polar diferente. Um lado é apolar, enquanto o outro é polar. Essas extremidades possuem propriedades coligativas diferentes. Enquanto uma possui afinidade pela água (polar) a outra possui afinidade com gorduras e outras substâncias não solúveis (apolares). Essa interacção resulta em uma estrutura conhecida como micela (algo como uma almofada com milhares de alfinetes espetados), que remove a sujeira, auxiliando na limpeza.


Na prática diária se entende como detergente apenas as substâncias como sabões e similares, que emulsificam as gorduras ou matérias orgânicas devido a propriedade de suas moléculas possuírem uma parte hidrófila (que atrai moléculas de água) e uma parte lipófila (que é hidrófoba). Esta propriedade é obtida ao oxidar um ácido graxo de cadeia longa como, por exemplo, palmítico, esteárico ou oleico com uma base alcalina, frequentemente de sódio, potássio ou cálcio. Este processo é denominado saponificação. O extremo da molécula que contém o ácido graxo é lipófilo, e o que contém o átomo alcalino é hidrófilo.



O principal representante dos detergentes é o sabão. As águas duras aumentam a hidrosolubilidade do sabão diminuindo o tempo de contacto entre o mesmo e a roupa, reduzindo a eficiência do sabão.. Os primeiros detergentes deste tipo, derivados do benzeno, foram amplamente utilizados nos anos 40 e 50, porém não eram solúveis e nem bio degradáveis, sendo ecologicamente danosos ao meio ambiente. Uma segunda geração de detergentes, os alquilsulfonatos lineares, são menos tóxicos e bio degradáveis.
Ricardo Mendes Almeida

2 comentários:

  1. Oooooh Blog Sem Asunto mesmo isso nñ tem aveê ,, larga de ser Burra (o) Seu dementte

    ResponderEliminar
  2. Se você se acha tanto, porque não cria um sobre esse assunto e posta?

    ResponderEliminar